skip to Main Content
7 DICAS PARA LIDAR COM TEMPOS DE CRISE

7 DICAS PARA LIDAR COM TEMPOS DE CRISE

Como lidar emocionalmente com momentos de crise

1 – Crises são situações, logo tem começo, meio e fim.

Todo momento de crise tem um ciclo. Antecipar as possíveis situações que gerem
dificuldades, com planejamento e análise de quais recursos serão necessários para
cruza-la, permite que seus níveis de ansiedade e problemas sejam reduzidos enquanto
ela passa.

2 – Crises são difíceis e perigosas, então não fique parado.

Dentro do planejamento é importante perceber suas limitações e manter raciocínio
claro, ou seja, isento de pré-conceitos e generalizações. Cada um tem suas
particularidades e necessidade dentro do processo da crise, então saiba encontrar o
seu papel dentro do processo e o que é seguro ou potencialmente perigoso. Nesse caso,
o perigo não precisa ser físico. Tentar enfrentar uma situação de crise sem estar
preparado certamente levará seus níveis de ansiedade às alturas, turvando seu
discernimento.

3 – Perceba e entenda danos indiretos

Em seu planejamento, é fundamental incluir o efeito cadeia. Aquilo que indiretamente
pode lhe atingir gerando perdas ou danos. E aqui, incluo perdas e danos emocionais.
Que fique claro que crises geram danos, esperar que todos aqueles próximos de você
terão uma atitude adequada é irracional, pois ninguém pode prever os eventos diretos
e indiretos de uma crise. Então assuma que haverá momentos em que você precisará
administrar dificuldades emocionais de quem é próximo a ti. E, no caso de entender
que não tem habilidade para isso, recorrer a apoio profissional como um psicólogo e
buscar se resguardar no que for possível.

4 – Crises permitem decisões de sair dela. Logo, escolha se proteger da crise.

Em toda crise há decisões a serem tomadas. Se não há decisão, não é crise, é
tragédia. Enquanto houver escolhas a serem tomadas para não ser atingido pela crise
você pode evitar que ela vire uma tragédia.

5 – Cada um passa pelas crises de forma diferente. Então, cada um tem uma saída
diferente.

A maneira como a crise afeta cada um é muito diferente. A minha forma de vivenciar a
crise é diferente da sua. Dessa maneira, elas podem terminar em momentos diferentes,
ser perigosas de formas diferentes e a saída para cada um pode ser muito diferente.
Evite ser levado por comportamentos “de manada”. Assuma sua postura e evite se
colocar tanto em perigo físico quanto emocional.

6 – Entenda que temos limites, e que cruzamos eles mesmo com todo tipo de
planejamento

Momentos de crise geram situações inusitadas. Aceite que você pode estar em situação
emocional debilitada, gerando sentimentos e pensamentos como: apreensão, angústia,
medo do futuro, ansiedade, sentimento de perigo iminente, ou de incapacidade.

Se você se enquadrar em algum desses casos, busque a ajuda de um psicólogo. Ele é
quem irá ajudar você a manejar esses sentimentos e passas pela crise da melhor forma
possível.

7 – Busque um psicólogo online

A crise que estamos vivendo nos obriga a nos mantermos resguardados, longe do contato
social ou da prestação de serviços básicos como a de um atendimento psicológico.

O atendimento online permite que você continue recebendo esse tipo de prestação de
serviço, receba apoio emocional, orientação psicológica, amparo e acolhimento
necessário para passar pela crise.

Pense nisso.

 

 

ATENDIMENTO PSICOLÓGICO E NEUROPSICOLÓGICO PRESENCIAL E ONLINE

Aqui você recebe atendimento psicológico referência em Mogi das Cruzes para crianças, jovens e adultos. Clique aqui para agendar via Whatsapp ou ligue no (11) 9.5787-2812 (TIM).

*As informações aqui contidas tem caráter informativo. Não substituem a orientação ou acompanhamento de um psicólogo.

Dr. Bruno Moraes

Pós Graduado em Neuropsicologia pela FMUSP.

Você atualmente, atua ou mente?

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Estou online