skip to Main Content

SÍNDROME DO PÂNICO

SÍNDROME DO PÂNICO | SINTOMAS E TRATAMENTO EM MOGI DAS CRUZESO QUE É A SÍNDROME DO PÂNICO

A Síndrome do Pânico é um transtorno de ansiedade  em que a pessoa tem episódios de ansiedade intensa e inesperada, acompanhada de sentimentos de desespero e medo intenso de que algo de muito ruim venha a acontecer, mesmo que não existam motivos para que o temor possa acontecer.

Os ataque de pânico são assustadores, causando a plena sensação de que o paciente irá perder o controle de alguma forma, seja por um mal súbito como um ataque cardíaco, seja pelo próprio óbito.

De uma hora para outra senti uma horrível sensação de que iria morrer. Um medo que não pude explicar! Meu coração batia forte, meu peito doía e foi ficando cada vez mais difícil de respirar. Tinha certeza que ia morrer.

O relato acima descreve bem o que uma pessoa com síndrome do pânico passa durante uma crise de pânico, transtorno que afeta mais de 260 milhões de pessoas em todo o mundo.

Na maioria das vezes as pessoas acabam tendo apenas uma ou duas crises de pânico no decorrer da vida, e o problema acaba se dissolvendo sozinho, na maioria das vezes quando a situação estressante que gerou a crise termina. Entretanto, quando o paciente tem ataques recorrentes e inesperados, ao ponto de temer um novo ataque, esse quadro é chamado de Síndrome do Pânico.

Agende sua consulta! Ligue no (11) 9.5787-2812 clicando aqui agora!

A Síndrome do Pânico em si, não traz risco à vida, mas causa impactos importantes na qualidade de vida do paciente, podendo evoluir para um quadro de agorafobia (medo de estar em público, ou situação em que possa ter uma crise e não receber amparo).

SINTOMAS DA SÍNDROME DO PÂNICO

A Síndrome do Pânico pode manifestar sintomas físico e emocionais, como:

SINTOMAS FÍSICOS DA SÍNDROME DO PÂNICO

  • Dispinéia (dificuldade para respirar);
  • Palidez;
  • Vertigem;
  • Dor de cabeça;
  • Boca seca;
  • Taquicardia;
  • Dor no peito;
  • Sensação de asfixia ou de sufocar;
  • Tonturas e sensação que irá desmaiar;
  • Tremores;
  • Sudorese (aumento do suor);
  • Sensação de dor ou desconforto no estômago;
  • Calafrios;
  • Náuseas;
  • Dormência ou formigamento nas mãos e/ou nos pés;
  • Calor;

SINTOMAS PSICOLÓGICOS DA SÍNDROME DO PÂNICO

  • Sensação que irá morrer
  • Sensação intensa de medo
  • Desespero
  • Confusão mental
  • Dificuldade em discernir eventos por um viés lógico
  • Sensação intensa de desamparo
  • Vergonha por estar tendo os sintomas da crise

Depois de um tempo, um dos sintomas mais frequentes é o medo de ter crises futuras.

CAUSAS DA SÍNDROME DO PÂNICO

Não existe um único fator que desencadeie a Síndrome do Pânico, entretanto, sabe-se que alguns elementos podem estar relacionados, como:

  • Histórico Familiar
  • Abuso de substâncias
  • Abstinência
  • Estresse
  • Patologias físicas

Dentre as patologias físicas relacionadas à síndrome do pânico, estão:

  • Doenças cardiovasculares, como arritmias;
  • Disfunções neurológicas, como alteração em neurotransmissores;
  • Alterações hormonais como Hipotiroidismo ou Hipertiroidismo;
  • Déficit vitamínico;
  • Doenças respiratórias, como as DPOC (ex: asma, enfisema, bronquite, etc);
  • Dor crônica;

É importante ainda ressaltar que o diagnóstico da Síndrome do Pânico é multifatorial e depende de avaliação clínica.

TRATAMENTO DA SÍNDROME DO PÂNICO

O tratamento para a Síndrome do Pânico envolve psicoterapia, sendo a abordagem da TCC (Teoria Cognitivo Comportamental), estatisticamente a mais indicada para quadros de ansiedade, e uso de medicação psiquiátrica para a regulação dos sintomas a curto prazo. Além do tratamento que for necessário caso o quadro envolva alguma outra patologia física como descrito acima.

É importante frisar que a medicação psiquiátrica tem efeito paliativo, ou seja, fornecerá benefícios enquanto o paciente estiver tomando, sem efeito permanente a médio e longo prazo. Devido a isso, é fundamental que o paciente aprenda a lidar com os conflitos que desenvolveram o quadro da Síndrome do Pânico, questão trabalhada dentro do processo de psicoterapia. O psicólogo irá junto do paciente encontrar as causas psicológicas e comportamentais que geraram os ataques de pânico e ensinará ao paciente estratégias para modificar seu comportamento e resinificar os conteúdo que forem conflituosos de maneira a não desencadearem mais as crises de pânico.

Agende sua consulta! Ligue no (11) 9.5787-2812 clicando aqui agora!

ATENDIMENTO PARA SÍNDROME DO PÂNICO EM MOGI DAS CRUZES

Aqui você recebe atendimento psicológico referência em Mogi das Cruzes para crianças, jovens e adultos. Ligue agora ou envie um Whatsapp pelo (11) 9.5787-2812 (TIM).

*As informações aqui contidas tem caráter informativo. Não substituem a orientação ou acompanhamento de um psicólogo.

Open chat
Estou online