skip to Main Content

AMOR PATOLÓGICO | CAUSAS, SINTOMAS E TRATAMENTOS

AMOR PATOLÓGICO | CAUSAS, SINTOMAS E TRATAMENTOS EM MOGI DAS CRUZESAMOR PATOLÓGICO | QUANDO O AMOR VIRA DOENÇA?

O amor patológico ou obsessivo, ocorre quando um desequilíbrio emocional do paciente o leva à dependência, manifestando um vínculo patológico.

O QUE É AMOR PATOLÓGICO?

Amor patológico é um termo designado a um comportamento de excessos. A pessoa “ama loucamente”, freneticamente, prestando um excessivo cuidado e atenção ao parceiro, sem se importar se o seu parceiro tem a menor intenção de corresponder esse sentimento.

No amor patológico a pessoa abandona atividades e interesses antes valorizados. Nesse caso, a pessoa envolvida no comportamento de dependência pode considerar o sentimento como amor, pensando que “ama demais”, sendo que na verdade o sentimento já deixou de ser amor quando se tornou dependência.

QUAIS OS SINTOMAS DO AMOR PATOLÓGICO?

No amor patológico a pessoa passa a viver exclusivamente para seu parceiro(a), com atitudes sufocantes na esperança de receber de volta tudo que está doando. Dessa maneira, ao perceberem que oferecem mais do que recebem, se entristecem e sofrem. Esse perfil de comportamento, quando se torna rotina e com pouco ou nenhum controle, traz prejuízos para as áreas pessoais ,profissionais, sociais e familiares.

O amor patológico é um quadro que pode ocorrer individualmente ou associado a outros transtornos como a depressão, ansiedade e personalidade dependente.

COMO DIAGNOSTICAR O AMOR PATOLÓGICO?

O amor patológico pode ser diagnosticado seguindo alguns sintomas e critério como:

  • Ciúmes excessivo, com grande gasto de energia e empenho visando controlar as atividades do parceiro;
  • Não conseguir reduzir ou parar de prestar a atenção no parceiro;
  • Abandonar objetivos, atividades, interesses pessoais, vivendo em função do outro;
  • Mesmo com todo o prejuízo decorrente desse comportamento, a pessoa não consegue mudar de conduta;
  • Sintomas de abstinência quando a pessoa sente que está longe emocional ou fisicamente do outro, ou ainda sob risco de abandono, como taquicardia, tensão muscular, sudorese, insônia, etc.

COMO OCORRE O AMOR PATOLÓGICO?

O amor é um sentimento de troca saudável entre pares, quando um deles passa a se comportar de maneira a prejudicar o outro, nesse momento ocorre uma confusão de sentimentos que certamente não se trata de amor.

Quem sente um amor patológico passa a se apegar na fantasia de amar, perdendo a habilidade de discernir a realidade ao sei redor. Em muitos momentos até se percebe um aumento do sentimento, que é tratado como amor em demasia, compreendendo que o outro deveria ser grato por tamanho sentimento e dedicação. Aqui, a pessoa considera o parceiro obrigado a corresponde-lo, não percebendo que tal intensidade e dedicação é na verdade uma obsessão. Assim, o parceiro deixa de ser o objeto do amor, passando a ser um ideal ou símbolo que o outro representa para a pessoa.

TRATAMENTO DO AMOR PATOLÓGICO

A psicoterapia cognitivo comportamental é indicada para o desenvolvimento de habilidade funcionais ou saudáveis na maneira de expressar o amor, enquanto são trabalhados sentimentos de raiva, tristeza e dependência que possam existir simultaneamente.

Nesse caso tanto a terapia individual quanto de casal são indicados no tratamento do amor patológico. Considerando que a outra parte envolvida em um relacionamento patológico também deve receber ajuda.

ATENDIMENTO PSICOLÓGICO PARA AMOR PATOLÓGICO EM MOGI DAS CRUZES

Aqui você recebe atendimento psicológico referência em Mogi das Cruzes para crianças, jovens e adultos. Ligue agora ou envie um Whatsapp pelo (11) 9.57787-2812(TIM).

*As informações aqui contidas tem caráter informativo. Não substituem a orientação ou acompanhamento de um psicólogo.

 

Open chat
Estou online